Sexta-feira, 5 de Dezembro de 2008
Curvas do Tejo, Belver

Curvas

No magno dia até os sons são claros.
Pelo repouso do amplo campo tardam.
Múrmura, a brisa cala.
Quisera, como os sons, viver das coisas
Mas não ser delas, consequência alada
Em que o real vai longe.

                                                             Ricardo Reis


tags:

publicado por Filomena às 21:33
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.Visita n.º
free statistics
Sirius Coupons
Brandi Carlile-The story -

Visit AvelarHoje
blogs SAPO
.subscrever feeds